A visita do ADAC GT Masters ao Nürburgring produziu mais duas fantásticas corridas, num dos mais competitivos campeonatos de GT3 na Europa. Audi e Mercedes venceram as provas, com a marca de Estugarda a sobrepor-se à concorrência na primeira corrida, enquanto o construtor de Ingolstadt chamou a si o topo do pódio na segunda.

Nürburgring recebeu a 4º etapa do ADAC GT Masters, que mais não é que o campeonato alemão de GT3. Com qualificação e corrida para cada um dos dias do fim-de-semana transato, os louros da vitória ficaram divididos, entre duas marcas nacionais, a Audi e a Mercedes.

Indy Dontje/Maximilian Buhk – Mann-Filter Team HTP Motorsport – #48 Mercedes AMG GT3

Dontje/Buhk Vencem no Sábado

A corrida começou com Ricardo Feller (Christopher Haase) a saltar da sexta posição para a liderança na travagem para a curva Yokohama, sobrepondo-se ao #20 Mercedes AMG GT3 do Team Zakspeed BKK Mobil Oil Racing, com que Nikolai Sylvest (Kim Luis Schramm) havia obtido a pole position. No entanto, se em termos virtuais, a liderança do #25 Audi R8 LMS inscrito pela BWT Mücke Motorsport parecia real, na realidade o carro da marca dos anéis acabaria penalizado em 30 segundos por falsa partida, o que o atirou para o 15º lugar final.

Com os autores da pole position a voltarem brevemente à liderança da prova, logo a seguir às paragens para troca de pilotos, o momento importante da corrida deu-se quando Maximilian Buhk (Indy Dontje) ‘assaltou’ a liderança, sobrepondo o #48 Mercedes AMG GT3 do Mann-Filter Team HTP Motorsport aos até aí lideres. Uma vez na frente, o Mercedes não mais saiu dessa posição, vencendo a corrida com 10.736s de vantagem para o 2º  classificado.

“Fizemos um bom Qualifying que nos colocou em P2”, disse Indy Dontje. “Para ser sincero, não estávamos à espera que corresse tão bem. Estive um pouco hesitante no arranque, pelo que caímos para 3º. Mas, mantive-me calmo e concluí o meu ‘stint’. Depois disso, o ‘Maxi’ fez um excelente trabalho, passando o Kim Luis Schramm pouco depois de pegar no volante. A partir daí, controlou a corrida”. Maximilian Buhk disse, “Foi uma boa corrida. O Indy manteve-se à parte de toda a ação na partida, entregando-me o carro em 3º. A nossa paragem no boxe foi perfeita, permitindo-me de imediato passar o Kim Luis, pois percebi que estavam com problemas. E resultou, aliás hoje correu tudo bem”.

Mirko Bortolotti/Andrea Caldarelli levaram o #64 Orange by GRT Grasser Lamborghini Huracán GT3 à 2ª posição na corrida, depois de beneficiarem do incidente que envolveu o #20 Team Zakspeed BKK Mobil Oil Racing Mercedes AMG GT3 de Kim Luis Schrtamm/Nikolai Sylvest e o #19 GRT Grasser Racing Team Lamborghini Huracán GT3 de Franck Perera/Ezequiel Perez Companc.

O derradeiro lugar do pódio veio a ser ocupado pelo #47 Mann-Filter Team HTP Motorsport Mercedes AMG GT3 de Maximilian Götz/Markus Pommer, que foram seguidos na classificação pelo #21 Team Zakspeed BKK Mobil Oil Racing Mercedes AMG GT3 de Sebastian Asch/Luca Stolz e pelo #17 KÜS TEAM75 Bernhard Porsche 911 GT3 R de Timo Bernard/Kevin Estre.

Filip Salaquarda/Franck Stipler – Team ISR – #33 Audi R8 LMS

Filip Salaquarda/Franck Stippler Levam Audi à Vitória

Depois de terem obtido a pole position para a segunda e derradeira prova da visita do ADAC GT Masters ao Nürburgring, após a magnífica volta de Frank Stippler no Qualifying (1m25.681s), a dupla do #33 Team ISR Audi R8 LMS dominou as 41 voltas da corrida. Na fase inicial, Frank Stippler abriu uma vantagem de pouco mais de 2 segundos para a o mais direto adversário, margem essa que foi ampliada por Filip Salaquarda, a ponto de o Audi R8 preto cruzar pela última vez a linha de meta do Nürburgring com uma vantagem de 11.499s.

“Marcámos os ‘pontos’ fulcrais desta vitória logo no início da corrida”, disse Frank Stippler. “Começámos com pneus novos e isso decididamente compensou. Conseguimos abrir distância logo de início, enquanto quem vinha atrás de nós se foi envolvendo em disputas. Esta vitória e muito importante para a nossa equipa que é nova no ADAC GT Masters. Temos evoluído de forma sólida, mas ocasionalmente temos tido falta de sorte, nalgumas corridas que não terminámos. Por isso, esta vitória é uma agradável novidade”. Filip Salaquarda disse, “O ‘Stippi’ fez um excelente primeiro ‘stint’, entregando-me o carro na frente. Depois disso, tentei aumentar a nossa vantagem, no que fui bem sucedido. Na fase final, optei por poupar os pneus. Vimos melhorando de prova para prova, por isso esta vitória é um bom prémio”.

Maximilian Götz/Markus Pommer levaram o #47 Mann-Filter Team HTP Mercedes AMG GT3 ao 2º lugar final, após nas derradeiras voltas da corrida se imporem ao #24 BWT Mücke Motorsport Audi R8 LMS, entregue a Mike David Ortmann/Markus Winkelhock.

Nas restantes posições do top cinco ficaram, Ricardo Feller/Christopher Haase, no outro Audi R8 LMS da BWT Mücke Motorsport (#25), seguidos de Mathieu Jaminet/Robert Renauer no #99 Precote Herberth Motorsport Porsche 911 GT3 R.

Chegados que estamos a meio da temporada, Marvin Kirchhöfer/Daniel Keilwitz mantêm a liderança do campeonato de Pilotos (86 pontos), enquanto nas equipas é a Mann-Filter Team HTP que lidera, com 117 pontos.

A próxima etapa do campeonato disputa-se de 17 a 19 de Agosto, no traçado holandês de Zandvoort.

Texto: Jorge Cabrita  Fotos: ADAC GT Masters