Dan Cammish – #27 Honda Civic – Halfords Yuasa Racing

Dan Cammish concretizou esta tarde em Knockhill a sua primeira pole position do ano no MSA British Touring Car Championship (BTCC). Aos comandos do #27 Halfords Yuasa Racing Honda Civic, Cammish gravou um tempo de volta em 50.929s no traçado escocês, deixando o 2º mais rápido a 0.023s.

“Nem sei o que dizer, estou sem palavras”, disso o piloto do condado de Yorkshire. “Tenho vontade de soltar as minhas emoções, mas quero-me controlar”, confessou um emocionado Dan Cammish. “Já tinha tido esta sensação em Brands Hatch, quando percebi que tinha dado tudo em pista. Por isso no final rezei muito para que a vantagem de hoje fosse suficiente. E foi! O Stephen Jelley ficou mesmo perto. Em Snetterton também achei que tinha sido suficientemente rápido, mas afinal não deu. A determinada altura, pus-me a pensar sobre o que seria necessário para se conseguir a pole position neste campeonato. Estou muito contente por todos nós. Sei que às vezes reajo com mau feitio, mas agora sabe bem ver o meu sorriso não é?”

Com um Honda Civic a garantir a primeira posição do grid para a primeira corrida de amanhã, os carros da BMW mostraram também excelente desempenho no sinuoso e espetacular traçado de Knockhill. Stephen Jelley levou o #60 BMW 125 i M Sport do Team Parker Racing ao 2º melhor tempo, pelo que amanhã dividirá a linha de frente para a primeira das três corridas do programa, com o Honda de Cammish.

Stephen Jelley – #60 BW 125i M Sport – Team Parker Racing

O 3º melhor tempo do Qualifying de hoje foi obtido por outro BMW, o #77 125i M Sport da BMW Pirtek Racing, entregue a Andrew Jordan, piloto que já nas sessões de treinos livres havia mostrado estar bastante à vontade no traçado escocês.

Andrew Jordan – #77 BMW 125i m Sport – BMW Pirtek Racing

Nas posições seguintes e garantindo a 4ª, 5ª e 6ª posições, que fecham as três primeiras linhas do grid para a corrida 1 de amanhã estão, Colin Turkington no BMW 125i M Sport do Team BMW, Chris Smiley no Honda Civic da BTC Norlic Racing e Tom Ingram no Toyota Avensis da Speedworks Motorsports.

De referir que a exemplo do que normalmente acontece neste competitivo campeonato, apenas 0.596s separam o pole position do 20º melhor tempo do Qualifying.

Texto: Jorge Cabrita  Fotos: BTCC Media