No próximo fim de semana, o DTM visita terras italianas, para em Misano se correrem as duas corridas da 7ª ronda na temporada. Na pista italiana, na costa do mar Adriático, vão-se disputar as duas primeiras corridas noturnas no campeonato, um formato que por um lado pretende inovar na competição, ao mesmo tempo que incrementa o nível de dificuldade para os 18 pilotos em pista, muitos deles sem experiência neste traçado.

Entre os inexperientes no Misano World Circuit Marco Simoncelli, está Gary Paffett, que é campeão do DTM (2005), vice-campeão em quatro temporadas e atual líder da competição.

“Estou absolutamente ansioso pelas duas corridas em Misano”, disse Gary Paffett. “Este será um novo e difícil desafio. Ainda não conhecemos a pista. Talvez a experiência que acumulei durante as 24 Horas de Spa se venha a revelar útil este fim de semana. O meu objetivo é obter o máximo de pontos possível, para ampliar a minha liderança”. O britânico, de 37 anos, aos comandos do Mercedes-AMG C63 do Team HWA, detém 177 pontos, 33 a mais que o seu companheiro de equipa, Paul Di Resta.

Até este momento do campeonato, a Mercedes tem dominado em toda a linha, assumindo vantagem nas várias tabelas de classificação (Pilotos, Equipas, Construtores). Em Brands Hatch, Gary Paffett deu no passado domingo a 8ª pole consecutiva à marca de Estugarda, dando sequência ao resultado obtido no dia anterior por Daniel Juncadella. Nas 12 sessões de treino classificatório até agora realizadas no campeonato, apenas a BMW, por duas vezes, com Timo Glock (Hockenheim/Domingo) e Philipp Eng (Lausitzring/Domingo), se opuseram ao domínio dos carros da estrela de prata.

BMW Està Alerta…

Com 12 das 20 corridas do campeonato já disputadas, Marco Wittmann é de entre os pilotos da BMW aquele que está melhor colocado. O alemão, campeão do DTM em 2014 e 2016, ocupa atualmente o 3º lugar da tabela de pontos (110).

“Mal posso esperar pelo fim de semana de Misano”, disse Marco Wittmann. “É solo virgem para mim e todo o encadeamento deste fim de semana será decerto espetacular. Serão as primeiras corridas noturnas do DTM e isso vai alterar a rotina diária das equipas”.

… E Traz Alessandro Zanardi Para Ajudar

Para a prova italiana do DTM, a BMW traz um piloto com imensa história na marca, no desporto motorizado e não só. O ex-piloto de F1 e multi-medalha de ouro nos Jogos Paralímpicos, Alessandro Zanardi, irá estar aos comandos de um dos M4 DTM da casa de Munique, em ambas as corridas noturnas de Misano. Para o piloto de 51 anos, a prova é mais uma oportunidade de estar a competir com alguns dos melhores pilotos da atualidade.

“Na minha longa carreira, sempre me preparei para a próxima corrida com o intuito de vencer, sabendo que à partida estava entre os favoritos. Neste caso, no entanto, não será assim”, disse Alessandro Zanardi. “De qualquer forma, vai ser excitante estar à partida de duas corridas do mais alto nível competitivo no desporto automóvel. Mal posso esperar para ligar o motor do BMW M4 DTM. Estou esperançado de participar em duas corridas espetaculares, em frente aos meus compatriotas. Espero que as corridas noturnas em Misano sejam uma experiência inesquecível para todos”.

Audi Coloca as ‘Fichas’ em René Rast

A Audi não está a ter uma temporada fácil no DTM. Após ver o ano passado René Rast levar o título aos comandos de um dos Audi RS5, em 2018 acaba por novamente ter no piloto natural de Minden (Alemanha) a sua maior esperança para uma boa classificação final no campeonato. É que, apesar de Rast ocupar atualmente apenas a nona posição da classificação, assegurou um total de 54 pontos nas duas últimas corridas (Brands Hatch). Além disso, o alemão é, juntamente com os companheiros de marca, Robin Frijns e Jamie Green, um dos que já correu em Misano.

“A maior parte das curvas são médias-rápidas, com exceção da mega-rápida última curva do traçado”, disse René Rast.

Texto: Jorge Cabrita  Fotos: DTM Media