A derradeira corrida da visita do Campeonato da Europa FIA F3 a Misano não teve um início fácil. Inicialmente a corrida desenvolveu-se atrás do Safety Car, mas por pouco tempo, já que a forte chuva obrigou a uma interrupção de cerca de 25 minutos. Quando finalmente se deu início à prova, Marcus Armstrong tirou vantagem de sair da pole position para se manter à frente do companheiro de equipa na Prema Theodore Racing, o estónio Ralf Aron.

No entanto, Aron assumiu a primeira posição à 10ª volta, superando o neozelandês, ao mesmo tempo que o Safety Car era de novo chamado à pista, em virtude do incidente que envolveu os pilotos da Motopark, Sebastian Fernandez e Marino Sato.

No reinício de corrida, enquanto Marcus Armstrong se afundou na classificação, até abandonar à 13ª volta, assistiu-se à disputa pelo segundo lugar, entre Jüri Vips (Motopark) e Ferdinand Habsburg (Carlin).   Enquanto Vips mantinha a segunda posição, o seu compatriota Ralf Aron cruzava a linha de meta como vencedor de uma corrida difícil, assegurando dobradinha para a Estónia.

“As condições para a corrida não foram fáceis, mas eu gosto de correr assim”, disse Ralf Aron. “Quando no passado eu corria em Karting, não gostava deste tipo de condições, mas entretanto aprendi a lidar muito bem com elas. No início da corrida, sofri um pouco para manter a minha posição, mas depois tudo melhorou. Consegui passar o Marcus e subir para primeiro. No início, quando a corrida teve bandeira vermelha, as coisas estavam mesmo difíceis. Depois do reinício, as condições foram gradualmente melhorando, pelo que a decisão de interromper foi acertada”.

Ferdinand Habsburg levou o carro da Carlin ao derradeiro lugar do pódio, à frente de Daniel Ticktum (Motopark) e Mick Schumacher (Prema Theodore Racing), que fecharam o top cinco.

Nas contas do campeonato, Daniel Ticktum é líder com 222 pontos, seguido de Jüri Vips com 210 e Marcus Armstrong com 190.

Texto: Jorge Cabrita  Fotos: F3 Media