A Ford Performance juntou oito modelos da sua gama global pela 1ª vez, no traçado espanhol de Motorland, para um confronto com tanto de especial como único. O objetivo passou por colocar todos os modelos em confronto, numa só volta ao traçado da região de Aragon. Para assegurar que qualquer um dos modelos deste autêntico ‘cocktail de sonho’ tinha o melhor desempenho possível, nada melhor que, ao volante, estarem oito pilotos oficiais da Ford, que na sua vida profissional competem ao volante do Ford GT da Ford Chip Ganassi, equipa envolvida no FIA WEC (GTE) e no IMSA WeatherTech Sportscar Championship (GTLM).

Ao volante de oito modelos Ford performance: Ford F-150 Raptor, dois Ford Fiesta ST, Ford Focus RS, Ford Mustang GT, Ford Mustang GT350R e as versões de estrada e competição do Ford GT. Para guiar estes carros de sonho numa volta ao traçado de 5,345 km, foram escaldos os pilotos: Andy Priaulx, Harry Thinknell, Olivier Pla, Stefan Mücke (todos oficiais no FIA WEC) e Dirk Müller, Joey Hand, Richard Westbrook e Ryan Briscoe (todos oficiais no IMSA WeatherTech Sportscar Championship).

O desafio consistiu em colocar todos os carros a saírem para uma volta em corrida, partindo separados por um curto espaço de tempo. Obviamente, quanto mais rápido o modelo, mais atrás ele sairia. Assim, o primeiro carro a receber luz verde foi o imponente Ford F-150 Raptor e o último foi o Ford GT de competição, que acabou por vencer por curtíssima margem.

Este evento/desafio, teve direito a vídeo no Youtube, que apresentamos também neste post. Para o vídeo, a produção contou com três equipas de filmagens, um drone e 16 camaras GoPro. Foi também utilizado um Ford Fiesta ST, devidamente adaptado, para acomodar a tecnologia de filmagem em estrada, com resolução 4K de ultra alta-definição.

Dos carros presentes neste evento, apenas dois não tinham motor EcoBoost, ou seja, ambos os Mustang, que utilizavam um motor 5.2 V8 ‘flat’ de 528 cv (GT350R) e um 5.0 V8 (GT). Os motores EcoBoost tinham desempenhos e capacidades díspares, como se verifica no caso do novo Fiesta ST – 1.5 lt de 3 cilindros – ou no extremo oposto, o motor 3.5 lt de duplo turbo presente no F-150 Raptor e nos dois Ford GT.

“Foram umas filmagens fantásticas”, disse Harry Tincknell. “Foi dado um carro a oito pilotos de competição para andarem com ele a fundo. Poderia ter acontecido qualquer coisa e quase aconteceu! Foi incrível ter sido uma das primeiras pessoas a conduzir o novo Ford Fiesta ST, um dos carros mais populares do mundo, e é um sonho de conduzir”.

“Foi muito bom defrontar os meus colegas de equipa da Ford Chip Ganassi Racing num desafio totalmente diferente”, disse Richard Westbrook. “A Ford Performance disponibiliza veículos capazes de alcançar tanta coisa diferente, tendo demonstrado em pista os seus pontos fortes”.

“Conduzir o novo Mustang GT de estrada numa pista de corridas foi muito divertido”, disse Stefan Mücke. “Foi muito especial ver todos os carros da Ford Performance em pista em simultâneo e foi, também, precisa mesmo muita coragem para o fazer com um grupo de pilotos muito competitivos! Foi muito cerrado nas curvas finais já que todos queríamos ser os primeiros. Foi muito divertido e uma volta incrível!”

“Alguns dos ‘felinos’ mais fixes conduzem um Mustang e eu adoro a potência, pelo que estava a fazer figas para ficar com o GT350R. As coisas ficaram quentes em pista, mas foi fantástico. Voltaria a fazê-lo”, disse Joey Hand.

“Obviamente que foi muito bom conduzir o Ford GT no Motorland”, referiu Olivier Pla. “Sente-se claramente e é óbvio ver o quão rápido é este carro. Conduzi-lo nos limites é muito especial. É uma autêntica obra de arte!”

Fotos: Ford Performance