Hugo Godinho continua a preparar a sua temporada de estreia a tempo inteiro no International GT Open. O piloto de Coimbra deslocou-se a Monza ontem, para uma sessão de testes com a Vincenzo Sospiri Racing, uma das equipas com as quais o piloto está em negociações. Naquela que foi a primeira oportunidade para um verdadeiro teste num carro de GT3, já que em Barcelona durante os primeiros testes de pré-temporada do campeonato, Hugo Godinho havia rodado muito pouco, o português pôde realmente voltar a sentir as sensações de um carro de competição.

Se havia algum ceticismo inicialmente, relativamente às capacidades do piloto, fora da competição há cinco anos, a verdade é que ‘quem sabe não esquece’ e Godinho rapidamente ‘fez a mão’ ao Lamborghini Huracán GT3.

Numa altura em que o português está no leque de pilotos prováveis para estar aos comandos de um dos Huracán da equipa liderada por Vincenzo Sospiri, também ele um virtuoso nos seus tempos de piloto, soube bem a quem esteve em Monza, constatar que todas as qualidade de um grande piloto permanecem intactas em Hugo Godinho, que chegou a impressionar pela forma como se foi mostrando cada vez mais rápido, para concluir o dia com um tempo fabuloso no Lamborghini da VSR.

Para quem conhece Monza, salta à vista a dificuldade que os pilotos menos experimentados têm na abordagem à Variante Ascari, onde o português rapidamente se mostrou totalmente à vontade, algo que não passou despercebido a alguns engenheiros de outras equipas presentes no traçado, nos arredores de Milão.

Concluídos os testes, a satisfação era geral na equipa, com os engenheiros a passarem ao proprietário, Vincenzo Sospiri, as boas indicações deixadas por Hugo Godinho, que sai de Monza mais perto de assinar com a equipa, embora ainda nada esteja definido. À conversa com o manager do piloto português, pudemos saber mais sobre o que de facto sai destes testes de Monza.

“O Hugo continua a ser um grande piloto e hoje deu mostras disso mesmo, efetuando um tempo excelente numa pista que não é fácil, especialmente tendo em conta o seu longo afastamento das competições”, disse Fernando Moreira. “Os engenheiros da equipa e também de outras equipas, ficaram hoje a conhecer o Hugo, que impressionou em zonas como Ascari, onde quem não conhece os pontos de travagem tem sempre algumas dificuldades. Saímos daqui satisfeitos e o Sospiri também, pois sabe que temos piloto”.

Na próxima semana, Hugo Godinho desloca-se de novo a Itália, para um teste em Adria, na sequência de um convite de outra equipa, a competir com um Ferrari 488 GT3 no GT open. Esse convite foi endereçado ao piloto de Coimbra, durante estes testes de Monza.

Fotos gentilmente cedidas por Hugo Godinho em Monza