Tony Stewart, tri campeão e dono da Stewart-Haas Racing, foi o escolhido para dirigir pela primeira vez diante do público, o novo Ford Mustang, que será utilizado na Monster Energy NASCAR Cup Series.

Foi uma quinta-feira de festa e alegria na fábrica da Ford, todos os 13 pilotos que competem pela Ford na Cup series, estavam juntos com os funcionários e proprietários das equipas.

“O Mustang compete desde quando foi vendido pela primeira vez em 1964”, disse Hau Thai-Tang, vice-presidente executivo de desenvolvimento de produtos e compras da Ford. “Depois de mais de meio século, é ótimo deixar o Mustang tornar a correr numa categoria de alto nível na America”.

“Desde que anunciámos em abril que o Mustang estaria na Cup Series em 2019, não tivemos nenhum feedback negativo”, disse Mark Rushbrook, diretor global da Ford Performance Motorsports. “A nossa equipa da Ford Performance trabalhou duro com a equipe Ford Design para criar um Mustang que será competitivo na pista”.

Alguns executivos da NASCAR também estavam presentes no evento, entre eles, Steve O’Donnell, vice-presidente executivo e chefe de desenvolvimento de corridas da NASCAR.
“Estamos ansiosos para ver o Ford Mustang, um ícone cultural, nas pistas na categoria mais competitiva do automobilismo”, comentou O’Donnell.

A primeira corrida com o novo carro será nas primeiras semanas de fevereiro, a primeira corrida oficial será a Daytona 500.

Texto: Wellingson De Souza  Fotos: NASCAR Media/Getty Images (Sarah Crabill, Jonathan Ferrey)