Você está aqui
Home > Apresentação > Novo Audi A8: Sublime!

Novo Audi A8: Sublime!

 

O Audi A8 chega à sua quarta geração, fazendo cada vez mais jus ao slogan da marca dos anéis; a sumptuosa limousine da Audi está cada vez mais ‘na vanguarda da técnica’.

A quarta geração do Audi A8 está aí, trazendo novas soluções para uma abordagem de luxo que, nos dias de hoje, se quer moderna, prática, vanguardista e com capacidade de se conduzir a ela própria, ou não fosse este o modelo mais requintado da marca germânica. O topo de gama da Audi mantêm intrínseco o seu ADN, mas exibe-o de uma nova forma, desde logo imponente na frente, muito por culpa da magnânima grelha Singleframe, de outra dimensão quando comparada com a existente no A8 do antes. No vislumbre pela silhueta total deste carro de CEO, ou de figura de estado, nota-se músculo no interior de um ‘smoking’ com 5,17 metros de comprimento (+13 cm no caso do L), 1,95 metros de largura, mas que não é alto nos seus 1,47 metros (1,49 na versão L). A proposta é por demais elegante, com um equilíbrio de linhas notável que subentende segurança, desempenho, conforto e agressividade, quanto baste.

Este A8 segue para diante com a filosofia Audi Space Frame, com uma percentagem de 58% de elementos de alumínio na sua estrutura, que viu a resistência significativamente aumentada na comparação com a geração anterior. A célula do habitáculo recorre a componentes de aço formados a quente, complementados com um painel traseiro de extrema rigidez, realizado em polímero reforçado de fibra de carbono.

Como seria de esperar nesta limusine de luxo, o interior terá que corresponder ao seu espaço mais rico e o A8 faz jus a esse nível de elevação. A palavra conforto é obviamente curta para definir o nível de habitabilidade deste modelo em que, no seu interior, estamos como que numa sala requintada. Se para quem utiliza os bancos dianteiros podemos dizer que estão sentados em modernas e ergonómicas poltronas de luxo, quem viaja atrás não estará pior e ainda dispõe de extras que visam tornar ótima a sua presença no interior do automóvel, como por exemplo, fazendo uso das luzes de leitura Matrix LED. Para além disso, a qualidade do equipamento e dos materiais do interior é superior, superlativa até. Acabamentos notáveis e um cuidado na escolha de cada detalhe que nem sequer é descurado nas zonas onde colocamos os pés. E para o passageiro da frente, o banco tem inúmeras afinações que visam proporcionar conforto em qualquer situação, mesmo quando a viagem obriga a um refastelado e relaxante sono.
E depois temos sempre os vários ajustes de climatização, o sistema de entretenimento Audi Rear Seat, para trás entenda-se, onde os passageiros através de dois tablets se distraem em viagem, de variadas formas.

Nesta nova geração, entrámos na era do digital, ou seja, o MMI Touch que na altura manejávamos de forma rotativa é agora um MMI touch response, ou seja, reage ao toque para nos permitir aceder a uma série de funções. No centro da consola central temos um enorme écran tátil de 10,1″, que quando não está a funcionar se integra discretamente no design e, quando ativo, transporta-nos para todo um novo dinamismo de gráficos para o usuário, que dispõe de menus bastante intuitivos, ao estilo smartphone. A8 é luxo e, como tal, o condutor pode ativar uma série de funções por voz, seja na definição de destinos ou rotas, ou até mesmo para ‘discos pedidos’. Podemos pedir para marcar um hotel, ou uma mesa num qualquer “XL” da vida, até porque com acesso a uma cloud, temos internet 4G.

O sistema de navegação MMI deste A8 baseia-se na última versão da plataforma modular de infotainment, MIB+2, que integra o avançado processador K1 da NVIDIA, com resoução full HD de 1920×720 pixels. O modo de transferência de dados do Audi connect inclui um ponto de acesso Wi-Fi, fazendo uso do sistema de comunicação LTE Advanced. Sistema de som? Bang&Olufsen Advanced Sound System, outra coisa não seria de esperar!

O novo A8 é o primeiro veículo de produção no mundo desenvolvido para uma condução automatizada condicionada de nível 3. Em autoestradas e vias rápidas de múltiplas faixas, com barreira física de separação entre as várias direções de trânsito, o Audi AI traffic jam pilot encarrega-se da condução em situações de tráfego denso e a velocidades até 60 km/h. O sistema pode iniciar a marcha desde parado, acelerar, controlar a direção e os travões, mantendo o veículo na sua via. Se o condutor ativar o assistente, premindo o botão AI situado na consola central, pode em seguida retirar o pé do acelerador e as mãos do volante. Este sistema Audi AI inclui também o remote parking pilot e remote garage pilot, permitindo realizar manobras de estacionamento de forma autónoma.

Audi_A8_3
Audi_A8_2
Audi_A8_5
Audi_A8_10
Audi_A8_7
Audi_A8_6
Audi_A8_8
Audi_A8_4

No que diz respeito aos motores disponíveis no novo Audi A8, são um a diesel e outro a gasolina. A diesel, temos o 3.0 que equipará o A8 50 TDI, com uma potência cifrada em 286 cv (210 kW). A versão a gasolina é a 3.0 do A8 55 TFSI, com 340 cv (250 kW). Mais para a frente, serão adicionadas novas motorizações, onde se incluirá uma versão híbrida.

Num ‘mundo’ de modificações e inovações introduzidas pela Audi no A8, resta falar das que influem diretamente no dinamismo deste modelo de topo. A Audi ‘baralhou e deu de novo’ no que concerne ao trem de rodagem deste modelo, introduzindo a direção dinâmica às quatro rodas, Audi AI active suspension e uma plataforma eletrónica para o chassis. Através da adoção destas tecnologias, o novo A8 garante ser mais dinâmico, confortável e seguro, mesmo se também resulta mais desportivo.
Está também mais seguro, por exemplo, no que diz respeito à segurança passiva. Em caso de colisão, a mais de 25 km/h, a carroçaria demora meio segundo a elevar-se 80 mm, para que o ponto de impacto possa dar em zonas com maior resistência, o que reduz em cerca de 50% a deformação do habitáculo e a carga a que são sujeitos os ocupantes.

Fotos: Audi

 

Facebook
Twitter

 

Artigos Semelhantes

Top