Você está aqui
Home > Mercado > Frotas > Volkswagen Investe €22,8 Biliões Para Restaurar Viabilidade das Suas Fábricas

Volkswagen Investe €22,8 Biliões Para Restaurar Viabilidade das Suas Fábricas

 

A Volkswagen vai investir, nos próximos cinco anos, qualquer coisa como €22,8 biliões nas suas linhas de montagem, em todo o mundo. O principal foco estará na base da marca, ou seja, na Alemanha, com as fábricas do construtor naquele país a receberem um investimento de aproximadamente 14 biliões de Euros.

O gigante alemão está essencialmente focado na sua estratégia para os próximos cinco anos, que inclui uma ofensiva de novos produtos que vincadamente direcionam a marca para um novo conceito de mobilidade, ou se preferirmos, de e-mobilidade.

“O ‘package’ de investimento agora adotado irá proporcionar um incremento decisivo na maior ofensiva de produção e tecnologia da história da marca”, disse o Dr. Herbert Diess, CEO da Volkswagen. “É nosso objetivo posicionar a sustentabilidade da Volkswagen na liderança dos segmentos de volume e tomar uma posição de topo na e-mobilidade”.

Uma das principais medidas a serem adotadas na Alemanha é a transformação da fábrica de Zwickau, que passará a estar totalmente dedicada à e-mobilidade, com um volume de investimento de aproximadamente 1 bilião de euros. Numa primeira fase, a VW vai concentrar a produção em série dos seus veículos elétricos, tendo como base o novo kit de condução modular (MEB), precisamente em Zwickau. O novo veículo que daqui sairá, o primeiro de uma nova geração de lançamentos elétricos, será lançado nos mercados em 2020.

Com o MEB, a Volkswagen avança com a sua estratégia de tecnologia orientada para uma mobilidade futura de zero emissões. Esta nova plataforma, vai permitir à marca alemã oferecer veículos elétricos com autonomia de entre 400 e 600 km, rápida capacidade de recarregamento e outros benefícios, com preços comparáveis aos de um automóvel a diesel. Ainda graças a este novo módulo de construção para carros elétricos, a VW irá poder oferecer uma gama de veículos desde o segmento A até ao 7 lugares do segmento B. Em termos técnicos, a nova geração de veículos elétricos da marca alemã incorporará soluções inovadoras até aqui apenas disponíveis em automóveis dos segmentos ‘premium’.

Em virtude deste novo plano estratégico, com um novo posicionamento, a produção dos VW Golf e Passat, passará de Zwickau para Wolfsburg e Emden. As instalações de Wolfsburg vão receber um investimento na ordem dos 2,9 biliões de Euros, que já potenciarão as condições para a produção da próxima geração do Volkswagen Golf. Para Emden, está previsto um investimento de 1.1 biliões de Euros, com capacidade para a produção de toda a futura gama do Passat.

Para fábricas do grupo Volkswagen, tais como Pamplona em Espanha, Palmela em Portugal e Bratislava, Eslováquia, está prevista a produção de outros veículos  MQB (Modularer Quer Baukasten). Os projetos do construtor para os vários segmentos SUV, estão planeados para as fábricas dos Estados Unidos, México, América do Sul e Rússia.

Relativamente ao futuro das fábricas de componentes na Alemanha, a Volkswagen vai investir mais de 750 milhões de Euros em Brunswick, cerca de €1,5 biliões em Kassel e mais de 800 milhões em Emden.

Fotos: Volkswagen

 

Facebook
Twitter

 

Artigos Semelhantes

Top