NASCAR Compra ARCA

0

 

A NASCAR anunciou nesta sexta-feira a aquisição da Automobile Racing Club of America (ARCA), após 60 anos de bom relacionamento entre as categorias desde a sua fundação.

A ARCA foi criada em 1953 por John Marcum, designando-se à época por Midwesst Association for Race Cars. Na altura, Marcum já era amigo de Bill France Sr, que fundou a National Association for Stock Car Auto Racing (NASCAR) em 1948.

Décadas depois, o vice-presidente da NASCAR, Jim France, se reuniu com o presidente da ARCA, Ron Drager. Os dois se reuniram em Talladega Superspeedway para formalizar o anuncio.

“A família da NASCAR há muito tempo tem uma conexão especial com os nossos amigos da ARCA, e isso é um movimento lucido para demonstrar o nosso compromisso com a próxima geração de pilotos”, disse Jim France.

Ron Drager, o neto de John Murcum, comentou sobre a longa relação da categoria e o papel delas na indústria.

“A nossa posição na industria ao longo dos 67 anos, foi realmente ‘entrelaçada’ com a NASCAR. Antes ter a NASCAR e antes de ter a ARCA, havia uma relação entre as famílias Marcum e France. E ao longo de todos estes anos, nós da ARCA tivemos a sorte de conquista um lugar na indústria e sermos capas de ser construtivos no nosso esporte. Eu acho que está voltando para onde tudo começou, e isso proporciona a ARCA sustentabilidade. Estamos olhando para o futuro e tentando descobrir onde precisamos melhorar para estabilizar”, concluiu Drager.

A ARCA ficará como está em 2019, as mudanças deverão chegar em 2020.

Jim France, ao longo dos anos vem ampliando as alianças. Recentemente adquiriu a GRAND-AM Road Racing e o American Le Mans Series.

“Não há muitas industrias, especialmente franquias ou ligas desportivas, que apoiem a indústria como as famílias France e Marcum-Drager”, disse France.

O vice-presidente da ARCA, Mike Helton também comentou esta união. “Eu acho que isso mostra que ambas as famílias acreditam no futuro das corridas de stock car e de automobilismo”.

Texto: Wellingson De Souza  Foto: NASCAR Media/Brian Cleary